Virginia Costa

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Passeando pela Cidade de Bonito

Bonito tem somente 20 mil habitantes. A referencia lá é esta praça. Tem uma rua principal com lojinhas, restaurantes e sorveterias.  
 Tudo foi feito para nos lembrar de que estamos próximos ao Pantanal. A cidade é  tão tranquila que o pessoal estaciona a moto e deixa a chave no contato e o capacete. Pode?
 Esta sorveteria é super tradicional. Para falar a verdade, tomei sorvete quase todos os dias. Tem sabores que só lá mesmo. Experimentei o sorvete das outras mas gostei mais deste lugar. O de guavira é perfeito. 
 Os bombons daqui são famosos e deliciosos. Fica numa perpendicular à rua principal. Por causa disto a Dona Margarida sai vendendo nos bares à noite. Experimentei o que dá nome à loja. O doce é feito com o caule da árvore, enorme, Jaracatiá. Lembra coco, muito bom. Me disseram que fazem um buraco no tronco, tiram o miolo, ralam esta polpa e cozinham por 12 dias. Quem será que descobriu isto, né? Foi muita vontade de comer doce! Dai eles tampam o buraco feito no tronco e ele se reconstrói. Tem uma reportagem AQUI
 Leiam o aviso nesta loja! Na semana que estive lá, não abriram rsrsrs.
 Se gostarem de cachaça e de ervas, visitem a fábrica da Taboa. Muito arrumadinha. R$ 25,00 o ingresso.
 Na verdade, a proprietária compra a cachaça de produtores locais e a "tempera". Durante a visita a gente passeia por um canteiro muito bem cuidado com mais de cem tipos de ervas...
... visita as oficinas onde eles preparam a taboa para embalar a garrafa. Tem uma degustação e um lojinha com cerâmicas feitas lá mesmo. Não gostei da cachaça e não acho que deveriam cobrar para visitar. Eles buscam no hotel, descobri depois.
 Passeando pelas lojinhas. Adorei esta cerâmica feita pelos índios terena e essas peças feitas com osso de gado. Lembram marfim, inclusive no preço.
 Canetinhas com bichos da região feitos com biscuit e muitas coisas feitas com coité, ou cabaças.
 Aquário de Bonito. Pequeno mas pelo menos pude aprender um pouco sobre os peixes que eu iria ver nos rios. As arraias são lindas e a gente pode passar a mão.R$ 25,00 o ingresso. Muita gente deixou de ir por causa do valor. Cheguei na hora do almoço das piranhas, até filmei. Scary!
 E todos os dias, às 19h o Henrique Naufal faz, na sua casa, uma palestra sobre serpentes. Projeto Jiboia. R$ 35,00 o ingresso com direito a uma foto com a própria (jiboiá). Eu gostei e juro que não senti medo depois de tudo que ele explica. 
Tem mais coisa para se fazer em Bonito quando a gente volta dos passeios. Depois eu mostro.

Nenhum comentário: