Virginia Costa

domingo, 22 de novembro de 2015

Pretty Christmas Ideas








Porta Papel Higiênico

 Vi isso na casa da minha cunhada e achei lindo.
 É feito de piquê e tem fechamento com aquela fita adesiva ( esqueci o nome, gente!)
Daí pedi para uma amiga que borda com máquina fazer alguns para dar de presente. Ficaram bem bonitos, não é?

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Decoração de Jantar Mexicano

 Eu curto tanto a decoração que sempre me esqueço de fotografar as comidinhas!
 De qualquer forma fizemos, eu e minha filha, chilli com carne, guacamole, salsa ( um molho tipo vinagrete com chilli), tacos e nachos. Íamos fazer fajitas também mas já tinha muita coisa.



E eu até coloquei flores no cabelo para lembrar a Frida Kahlo
Fiz um outro jantar que mostrei AQUI e tem mais uns detalhes fofos neste post
Se você gosta do México como eu, clique no marcador "Mexico"abaixo para ver mais.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Ilha Grande- Mergulho e Pousada

Há anos estava querendo acompanhar minha amiga em uma das suas viagens com o grupo de mergulho com cilindro. 
Eles viajam para os lugares mais lindos do mundo e eu adoro ouvir as histórias. Enfim, como eu ainda não fiz o curso, resolvi acompanha-los nos mergulhos na Ilha Grande.
Adorei! É uma função danada  colocar e retirar todo aquele equipamento volumoso e pesado várias vezes do barco.
 Enquanto o grupo mergulhava eu fiquei na superfície com snokerl. Deu para ver vários peixes, uma tartaruga bem grande, estrelas do mar, muito ouriços etc. Enquanto isso eles viam naufrágios, cavalos marinhos, polvos, coisas bem mais interessantes. Está decidido: vou encarar o curso. 
Lindo ver o grupo afundar e seguir em ordem, em pares, as bolhas subindo vão aumentando formando meios círculos de prata. Acabei fazendo o “Discovery” que é um mergulho com um instrutor junto, com todo o equipamento normal mas você não tem que se preocupar em “pilotar” nada, só curtir. Numa dessas ou você se apaixona ou desiste de vez. Eu gostei. Claro que estranhei um monte de coisas, não sabia que saiam tantas bolhas, achei que tinha alguma coisa errada. Meu cabelo atrapalhou e eu não conseguia manter as pernas para baixo, foi um caos rsrsr.  A instrutora (tenente Dani) foi um amor, teve a maior paciência, além de monitorar os equipamentos, me pegou pela mão e fizemos um curto passeio porque eu logo quis subir. A verdade é que mordi a isca, quero mais!
O grupo é comandado pelo Ricardo da Bellsub. Pense num povo feliz!
Ele organiza o ônibus até o local, o barco para os mergulhos, o hotel, tudo. O próximo passeio é para Curaçao e depois Ilhas Maldivas, já pensou ? Espero que até lá eu já saiba pelo menos o básico.
 
A Pousada Nautilus fica na baía de Angra dos Reis e é de um casal encantador, Kazu e Hiroko. 
Kazu cuida da criação de peixes bijupirá e vieiras e também de tudo relacionado aos mergulhos.
Hiroko cuida da cozinha com maestria inclusive fazendo os mais diversos tipos de pão.
 
Ela capricha mesmo, teve risoto de camarão e vieiras, sashimi, peixe frito com banana e farofa de coco e várias sobremesas deliciosas.  A maioria do que é consumido lá é colhido no hotel ou vem da região próxima.
 No fim do dia eles sempre fazem alguma coisa deliciosa na churrasqueira antes do jantar.
Um dia foi batata assada com manteiga e gorgonzola e linguicinha. 

Em outro, um pão italiano que acabou de sair do forno recheado com camarão ao molho de queijo. Melhor impossível.A comida é boa mesmo, variada e farta. Ótimo café da manhã  com croissant de chocolate, frutas locais, entre  outros. Devia ter deixado para ficar no spa depois daqui, né?
Os quartos ficam no alto.
 
São bem simples mas acaba sendo um detalhe porque  a gente só vai mesmo para dormir. 
Olhem só a vista do meu quarto!
 A pousada tem uma pequena praia particular bem tranquila e a água é limpíssima.Tudo gira em torno dos mergulhos e lá tem todo o necessário para isso disponível para locação.
Pedi para um funcionário me levar para ver de perto a criação de bijupiras (ou cobia) e a de vieiras.
Minhas fotos dos peixes não ficaram boas e peguei essa da net. Eles podem chegar a 15 quilos em dois anos.
 Aqui, a estação das vieiras, minhas favoritas.Sua produção é comercializada rapidamente para restaurantes. 
Queria ter podido conversar com mais calma com o Kazu a respeito das criações mas tinha muita gente por lá querendo atenção e ele não para. Quem sabe na próxima. 
Trouxe duas dúzias dessa delicia!
pousadanautilusilhagrande@uol.com.br