Virginia Costa

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Calgary Stampede

Não consegui até agora estar no Canadá na época do Calgary Stampede. Como estou em Calgary,  li que havia um Open Doors e fui conferir.
O Calgary Stampede já completou 100 anos e é uma organização que preserva e promove a herança canadense, aquela coisa de cowboys e pioneiros, sabe? É sem fins lucrativos e todo conduzido por voluntários. O evento agita e promove a cidade. Vem muita gente de fora, todo mundo gasta e é ótimo para a economia local.
Para receber os visitantes, panquecas com caldinha (syrup) e hamburguer (sausage). De graça.

Na entrada tem uma instalação em forma de ferraduras homenageando os campeões de 1912 a 2012. 
Achei o nome do meu ídolo, Adriano Moraes, entre eles. Adriano é um orgulho para nós, brasileiros. Foi tri campeão mundial em montaria em touro da PBR (Professional Bull Riders). Esta é minha modalidade favorita.
No Stampede, pelo que percebi, a grande atração é a corrida de carroças (chuckwagon race). Algumas equipes participam há gerações. Essa corrida foi criada pelo fundador em 1923.
Num grupo pequeno, fomos percorrendo todo o recinto, arquibancadas, o palco, cabine da imprensa e dos juízes até os currais e baias.

 Descemos na arena de rodeios também.
 Em cada setor, diferentes voluntários explicavam o que estávamos vendo.
Com meu inglês limitado, entendi que em junho de 2013 houve uma grande enchente em Calgary. Olha aí o rio passando do lado direito na foto! 
 Foi uma catástrofe na cidade e também todo o piso de terra das pistas do Stampede foi contaminado pelas águas do rio. Voluntários tiveram que retirar todo o barro e recolocar as camadas apropriadas de terra em praticamente 10 dias. Já imaginaram que correria? Fizeram uma campanha enorme vendendo camisetas com os dizeres "Come Hell or High Water". Arrecadaram $ 2, 1 milhões para a Cruz Vermelha, abriram as portas para os rodeios, fizeram desfiles e deram um grande exemplo de determinação e união.
Sendo de Barretos, não tem como evitar algumas comparações. Os canadenses  dizem que é o "Maior Evento ao Ar Livre Do Mundo". Peraí, fiquei na dúvida. Para começar, a arena do Stampede acomoda 25 mil pessoas e a de Barretos, 35 mil pessoas sentadas. Aliás, o nosso Barretão cheio é de arrepiar!
Pode até ser que o Stampede arrecade mais dinheiro e certamente é o que paga os maiores prêmios aos competidores. Isso eu acredito. Mas maior evento não é não!

Nenhum comentário: