domingo, 12 de novembro de 2017

Porto Alegre - Dicas de Passeio

Roteiro Estrada Romântica
Voltamos de Gramado, rumo a Porto Alegre pela Estrada Romântica. Assim que chegamos, devolvemos o carro alugado e começamos a usar o Uber.
Fomos na Fundaçao Iberê Camargo. O prédio, construído pelo arquiteto português Álvaro Siza, tem uma arquitetura muito bonita com pequenas janelas de onde se vê a cidade por ângulos diferente. 
Fica à beira do Rio Guaíba. Encontram-se lá as obras do artista plástico Iberê Camargo mas também recebe exposições itinerantes. Os dias e horários de funcionamento são meio incomuns. Confira antes de ir.  
 O dia estava nublado por isso a foto não fez juz à realidade.
A lojinha do museu é muito boa com exemplos de trabalhos bonitos de artistas locais. 
A melhor dica da cidade que posso dar, no entanto, é o Agridoce Café
É o máximo! A decoração é um show de criatividade.  
O atendimento e as comidinhas são lindas e deliciosas.
Tem sempre fila para entrar, procure ir nos horários mais tranquilos. São eles:  Das 12h até 14h30; - Das 19h45 até 22h.

Café pendente no Café Agridoce
 
Fica na Cidade Baixa, um reduto de bares e cafés muito animado de noite.
Feira do Brique - Parque da Redenção
Procurem ir para lá num domingo para poder visitar a Feira do Brique no Parque da Redenção ou Parque Farroupilha.Eu adoro feiras e essa é das melhores.O bom é que tem muita sombra. A área é enorme.


O parque é adotado como ponto de encontro tradicional dos porto-alegrenses. As pessoas tomam conta da rua e dos gramados do parque para conversar e tomar chimarrão. 
Sempre vivas


Quadrinhos feitos com latas de refrigerante
Projetado pelo urbanista francês Alfredo Agache, possui 38 monumentos, entre eles o Monumento ao Expedicionário e a Pira da Pátria.  

Mercado Bom Fim: Entre os antigos permissionários, permanecem as floristas e o Zé do Passaporte, o primeiro cachorro-quente de Porto Alegre. Há também uma loja de produtos da comunidade indígena gaúcha, que vende artesanato dos povos Caigangues e Mbyá Guaranis.
A Smic mantém no local a loja Etiqueta Popular, que vende produtos como artesanato, confecções e alimentos produzidos por artesão locais. 
Banda Marcial do Julinho
É muito animado!Tinha música de banda Marcial, no caso a Banda do Julinho, uma banda referência, com vários títulos.
Cartas de Rua
E esse rapazes aí deixaram o pessoal encantado, musica country da melhor qualidade, o Cartas na Rua. Não dá vontade de sair de perto.
Cuias para Chimarrão
 Eu já sabia que os gaúchos amam chimarrão, mas não sabia que eles levavam o chimarrão com eles quando saem. Verdade. Saem com a garrafa térmica e a cuia. Vi no parque, na rua, no restaurante do hotel, etc. Curioso, não? Mineiro não sai de casa com uma garrafinha com café hehehe. Alguém tinha que inventar um Drive Through de chimarrão para facilitar para eles, uai! Adoro essa nossa diversidade.
Eu perguntei para muita gente de lá sobre um lugar com comida gostosa e todo mundo indicou o Maomé que fica bem em frente ao parque. Trata-se de uma doceira mas acabamos não comendo lá.
 Em cima do Maomé tem esse restaurante que também foi recomendado por todo mundo de lá.
Acabamos comendo num restaurante de calçada porque estava muito agradável a sombra das árvores.
Ali pertinho, um outro café muito simpático, bem cheio também, com comidinhas com cara ótima. O Pink Velvet Bakery.
Fomos conhecer o Mercado Público, imaginem se eu ia perder! Foi construído no século XIX.
Lá vendem gibis, vinis, antiguidades, além do habitual de mercados. Alguns lugares são muito recomendados como os sorvetes da tradicional Banca 40, os grãos da Macrobiótica Sauer, o bolinho de bacalhau do Gambrinus, entre outros. Nesse último, fila na porta.
Escolhemos o Naval,  ao lado do Gambrinus. Fila também, tudo gente de lá.
Estava ótima a comida!!
Ficamos no Ibis Styles. Gostei da localização e da decoração do hall de entrada. No mais, é padrão Ibis, ou seja, tem o básico e eu diria que é até um pouco melhor que os outros. O quarto e banheiro são maiores.

Nenhum comentário: