Virginia Costa

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Frida Kahlo

A pintora mexicana Frida Kahlo é o exemplo clássico de como o sofrimento pode esculpir um artista e produzir obras primas.
. "Pinto a mim mesma porque sou sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor."
Com seis anos, Frida contrai poliomielite, sendo esta a primeira de uma série de doenças, acidentes, lesões e operações que sofre ao longo de sua vida. A poliomielite deixa uma lesão no seu pé direito e, graças a isso, ganha o apelido Frida pata de palo ( Frida perna de pau). A partir disso ela começou a usar calças e depois, longas e exóticas saias, que vieram a ser uma de suas marcas pessoais.Sofreu um acidente de carro quando tinha 18 anos. Fraturou a coluna, diversas partes do corpo e enfrentou 35 cirurgias. Durante toda sua vida, lutou para abstrair-se da dor. Teve uma das pernas amputada e jamais chegou ao término de uma única desejada gravidez, devido aos vários abortos naturais
Chegou a comentar que já não fazia mais ideia do que era dor. Inválida numa cama, Frida dedicou-se à pintura. Sua arte foi admirada por Picasso, Breton, Duchamps e depois esquecida. Há pouco mais de 10 anos o mundo a redescobriu. Seus auto retratos se valorizaram e até um filme foi rodado.
Sua voz, dizem todos os que a conheceram, era profunda, rebelde, pontuada por gargalhadas e palavrões".
Em 1928, com 21 anos, quando Frida Kahlo entra no Partido comunista mexicano, ela conhece o muralista Diego Rivera, com quem se casa no ano seguinte. Foi um casamento tumultuado, ambos tinham temperamentos fortes e casos extra conjugais. Kahlo,que era bissexual, esteve relacionada com Leon Trotski enquanto casada. Rivera aceitava abertamente os relacionamentos de Kahlo com mulheres, embora não aceitasse seus casos com homens. Frida descobre que Rivera mantinha um relacionamento com sua irmã mais nova, Cristina.
 Separam-se, mas em 1940 unem-se novamente, o segundo casamento foi tão tempestuoso quanto o primeiro. Durante o casamento, embora tenha engravidado mais de uma vez, nunca teve filhos, pois as sequelas do acidente a impossibilitaram de levar uma gestação até o final.
Em 1950, aos 43 anos de idade, Kahlo submete-se a seis operações na coluna, o pé começa a gangrenar ela precisa hospitalizar-se por causa de uma infecção aguda nos ossos enxertados. Enquanto tem forças, pinta. Frida foi encontrada morta aos 47 anos. Oficialmente, a morte foi causada por "embolia pulmonar", mas há suspeita de suicídio ou overdose, acidental ou não.
A última anotação em seu diário que diz "Espero que minha partida seja feliz, e espero nunca mais regressar - Frida" Pesquisadores com base na autópsia de Frida acreditam ter sido envenenada por uma das amantes de seu então marido. Diego Rivera descreveu em sua auto-biografia que o dia da morte de Frida foi o mais trágico de sua vida. "pensavam que eu era uma surrealista, mas eu não era. Nunca pintei sonhos. Pintava a minha própria realidade".
Grande parte de sua obra é constituída de auto retratos, que mostram uma artista decepada pelo destino. Os seus quadros refletem sofrimento,destruição, chacina, mutilação e perda. São mórbidos, mas líricos ao mesmo tempo.
Além dos óleos sobre tela, a pintora deixou um diário ilustrado de grande riqueza sentimental. Publicado na íntegra pela primeira vez, o surpreendente diário documenta os dez últimos anos de sua vida turbulenta. Este registro íntimo foi guardado a sete chaves durante cerca de quarenta anos e contém pensamentos, poemas, sonhos, e reflete o seu tumultuado relacionamento com o marido, Diego Rivera. As setenta gravuras coloridas no diário - desenhos alegres - fazem com que se penetre no processo criativo da artista, e mostram como ela costumava usar o diário para formular ideias pitorescas para suas telas.
http://fkahlo.com/ingles/index_ingles.html

3 comentários:

Virginia disse...

Olá virginia.
Segunda vez que venho postar um cometario pra vc. não sei se vc viu o primeiro!
Gosto muoto das coias que vc põe aqui! Me inpiro muito com as artes! Será que não daria pra vc por umas ideias de bolsas de tecido ! Faço bolsas
beijos

disfuncionamento social crônico disse...

admiro demais a FRIDA. parabéns! muito bem feito e explicado este post!

Dilermando Lemos disse...

Parabéns.Frida Kallo foi uma grande artista.