Virginia Costa

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Taubaté - Casa do Figureiro

A história dos Figureiros começou quando os frades do convento de Santa Clara de Taubaté resolveram montar um presépio com peças lindíssimas vindas da Itália. 
 As pessoas que moravam no bairro de Itapecerica já conheciam a argila do Rio Itaim e começaram então a trabalhá-la copiando os tais santos do presépio do convento. 
 Montaram seus próprios presépios, presentearam os amigos e acabaram ficando conhecidos como santeiros. 
 Pessoas que não conseguiam fazer os santos, faziam as outras peças do presépio como os carneirinhos, o burrinho, as vaquinhas e o galinho do céu, o pavão.
  Estas pessoas eram chamadas de figureiras, uma palavra tão folclórica que não existe no dicionário.
 Esta arte teve inicio há mais ou menos 150 anos e tem sido passada de geração para geração. 
 Existe uma loja muito bem arrumada lá mesmo na cooperativa.
 A Casa do Figureiro fica bem próxima a Dutra, na Rua dos Girassois 60 -Campos Eliseos - Taubate. 12-36245783
Taubaté é uma cidade no Vale do Paraíba, fundada em 1645, passagem obrigatória entre São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Foi lá que nasceu Monteiro Lobato, em 1882, um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX.
Lani Goeldi  é a presidente do Ponto de Cultura Modelando Tradições Figureiras de Taubaté e atua com os figureiros ministrando oficinas nas escolas públicas da cidade.

2 comentários:

Cybele Belschansky disse...

Ah! Eu tenho um pavãozinho azul, lindinho, de lá! Que preciosidade essas cores, a alegria, só o caipira mesmo!

LUCIANA disse...

oi gostaria de saber os valores das peças .