Virginia Costa

domingo, 23 de junho de 2013

Grécia - Patmos- São João

Amanhã é dia de São João e me lembrei de coisas que aprendi sobre ele durante uma viagem que fiz à Grécia. Ele foi  o discípulo mais amado por Jesus, era pescador e irmão de São Tiago.
 Uma vez, quando ele estava remendando as redes à borda do lago, o Senhor passou perto e disse: "Venham comigo e os farei pescadores de almas". Ele deixou imediatamente suas redes com seu pai e o seguiu. 
João evangelista, Pedro e São Tiago formavam o pequeno grupo preferido que Jesus levava a todas partes e que presenciaram seus maiores milagres. Os três estiveram presentes na Transfiguração e presenciaram a ressurreição da filha de Jairo. Os três presenciaram a agonia de Cristo no Horto das Oliveiras e se encarregaram de preparar a Última Ceia. 
A João e seu irmão São Tiago Jesus chamava de "Filhos do trovão" devido ao caráter impetuoso de  ambos.Estes dois irmãos vaidosos e de gênio difícil se tornaram humildes, amáveis e bondosos quando receberam o Espírito Santo. João, na Última Ceia, teve a honra de recostar sua cabeça sobre o coração de Cristo. Foi o único dos apóstolos que esteve presente no Calvário.
Jesus pediu a João ,em seus últimos momentos,que se encarregasse de cuidar da Mãe Santíssima Maria, como se fosse sua própria mãe. Ele o fez até o final como o mais carinhoso dos filhos.
Eu visitei a casinha onde Nossa Senhora passou seus últimos anos, perto de Éfeso. 
Com Ela foi  evangelizar Éfeso e a acompanhou até a hora da sua morte. O imperador Dominiciano quis matar o apóstolo São João e o fez ser atirado em uma panela de azeite fervente, mas ele foi retirado de lá pelos mesmos que o jogaram. Ele fez um sermão antes e isto os impressionou. O Imperador Domiciano não teve outra alternativa a não ser bani-lo para a Ilha de Patmos( por volta do ano 95 D.C). 
Depois voltou outra vez a Éfeso onde escreveu o Evangelho.
 São João Evangelista é representado com uma águia ao lado, como símbolo da elevada espiritualidade que transmite com seus textos.

 São Epifânio assinalou que São João morreu por volta do ano 100 aos 94 anos de idade.
A Gruta Sagrada, onde São João, escutou a voz de Deus, situa-se no Mosteiro do Apocalipse, e onde ele teria tido várias visões e recebido as revelações e instruções para escrever o Livro do Apocalipse.
Fica bem no alto de um morro.Foi aqui que ele ficou exilado.Você sobe até lá e depois começa a descer uns degraus de pedra até a caverna. Não se pode fotografar dentro e achei a foto abaixo na net.
No teto da gruta tem uma fenda por onde ele ouviu a voz de Deus.Lá ainda se pode ver as marcas das impressões digitais de São João. Um verdadeiro local sagrado.
Patmos foi designada como “Terra Santa” pelo Parlamento Grego em 1981 bem como um Sitio de Herança pela UNESCO em 1999. 
A ilha tem sido usada como um lugar de exílio pelos Romanos, devido a sua geografia íngreme. O Imperador Domiciano acabou morrendo um ano depois e São João pode voltar para Éfeso.
 O edifício mais imponente da ilha é o Mosteiro de São João, o Teólogo. Construído por Christodoulos em 1088 com paredes de (15 m) de altura, foi construído como uma fortaleza por causa da ameaça dos piratas. O mosteiro foi construído em cima das ruínas de uma igreja do século 4 dC, e um anterior templo de Artemis. Uma inscrição que menciona o templo de Artemis está em exposição no museu do mosteiro.

Nenhum comentário: