Virginia Costa

domingo, 22 de junho de 2014

Almagro/Abasto

Fui até este bairro porque queria fotografar as fachadas pintadas com filete porteño que contei AQUI. Tinha lido que ao redor do Shopping Abasto e Pasaje Zelaya havia casas bem representativas desta arte. Estava chovendo e acabei fazendo hora no Shopping Abasto que é enorme.
 A denominaçao "Abasto" não existe nos registros de cadastro da Cidade, contudo, há uma zona do bairro de Balvanera que desde o começo do seculo XX é conhecida com este nome. Isto porque aqui funcionou, até 1984, o Mercado de Abasto, que transformou a via destes subúrbios de chácaras e potreiros em um lugar com muito burburinho e muito transitado. 
 O Abasto acolheu imigrantes de diferentes procedências e nele foram levantados pequenos teatros, circos, "fondines" (pequenas estalagens), cantinas e bares. 
 Nos arredores do Mercado residiram alguns dos artistas que definiram as formas modernas da musica portenha: Anibal Troilo, Osvaldo Pugliese e o mais famoso ícone do tango, Carlos Gardel. 







Para quem gosta de ver fachadas pintadas, a região é um prato cheio. Mesmo estando todas precisando de um restauro, me encantam.





Nenhum comentário: