Virginia Costa

domingo, 9 de agosto de 2015

Vale Histórico- Fazenda Sítio Velho

Exatamente na divisa de Silveiras com Areias tem uma ponte e um ponto de ônibus em meia lua, de concreto. Lá é a entrada para a Fazenda Sítio Velho. Da estrada até a fazenda são 6 km e, claro, me perdi rsrsr. 
 Estrada de terra, boazinha, sobe e desce, mas melhor não ir com carro baixo.
Eu passei uma noite lá. Olhe o tamanho do "meu" quarto! 
Fiz questão de conhecer todas as seis suítes e são todas amplas, claras e arejadas. Algumas tem vista para o lago e outros abrem para a varanda. Deve ser uma delícia alugar todas para uma família só. 
 Tem capelinha, piscina e sauna também.
Escolhi essa pousada exatamente porque ela não é antiga. Existem algumas pousadas na região com casarões incríveis e bem conservados, inclusive com as senzalas e eu tenho um problema sério com essa história triste e não gostaria de pernoitar numa casa com essa energia.  
 
 A sede tem tudo a ver comigo, ou seja, tem coleção de quase tudo. 
 O dono deve ser minha alma gêmea rsrsr 
 A coleção de lampiões se destaca na sala com lareira.
Tem várias casinhas em miniatura nas estantes que ficam iluminadas a noite.
 E tem muitas peças de cobre na cozinha também.
 
E coleção de rolhas eu nunca tinha visto! 
De ovos também não. 
E chaves, balanças, carrinhos de boi e burrinhos tropeiros, e por aí vai.

A comida é farta e muito saborosa. O café da manhã é excelente.
Estava com vontade de comer bolinho de chuva e a Rosângela fez para mim.
 Vi essa trepadeira incrível no jardim. De longe achei que era algum enfeite feito com garrafa PET.
Diz o caseiro, Carlos, que se chama jade. Os beija flores ficavam o tempo todo rodeando. 
Um lugar para quem quer se isolar.
  Fica bem longe do agito. 
 
 E as louças!! Me lembrei tanto da minha amiga Tetê! Ela iria adorar. 
Adorei essa parte com pequenas mantegueras.
 
 Tem acesso para várias cachoeiras mas eu não fui, só na que fica mais perto, a do Escorrega. 

Nenhum comentário: